Caminhoneiro ganha ação de 600 mil por jornada abusiva

A 1ª Vara do Trabalho de Anápolis-GO teve um dos acordos trabalhistas de valor mais elevado durante a 9ª Semana Nacional da Execução Trabalhista, quando foram feitas no estado mais de mil audiências de conciliação. Pelo menos 360 tiveram acordos firmados entre as partes.

O valor mais expressivo foi o de um processo de um caminhoneiro contra uma transportadora de Anápolis-GO, que atingiu a cifra de R$ 600 mil.

O caminhoneiro era exposto à jornada abusiva, sem receber horas extras, e também não tinha direito ao intervalo entre as jornadas de trabalho. Além disso, não recebia pelo tempo de espera, diferença de prêmios, folgas e feriados não usufruídos e nem adicional noturno.

A conciliação entre o motorista e a empresa de logística foi mediada pela servidora Fernanda Rosa Cunha, e o acordo foi homologado pelo juiz titular da 1ª Vara do Trabalho de Anápolis, Luiz Eduardo Paraguassu, na última quarta-feira, 18/9.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *